Essa é minha casa! E sua também.

Comente que eu fico contente

8 de novembro de 2010

SoBrE a ALmA dO nEgÓcIo...


Quem foi mesmo quem disse que aparência não é tudo? Provavelmente, quem quer que tenha sido não foi o mesmo autor de “a propaganda é a alma do negócio”, ou seria o segredo a alma do negócio? Bom, não importa. Seja lá quem for, com certeza não tinha a menor noção do que o marketing é capaz. Deixa eu te contar um segredo: de perto, ninguém é perfeito. Não, nem a Angelina Jolie. Ninguém! Ninguém mesmo. Pro caso de você discordar, há duas hipóteses: 1. sua lente não é adequada. 2. você não aproximou o suficiente, ou seja, o zoom está abaixo dos 50%. De qualquer forma, é melhor conferir... É impressionante o modo como qualquer marketeiro de quinta, com uma ceninha bem arranjada e um roteiro melodramático pode promover a criatura mais patética do planeta ao pedestal de celebridade da noite pro dia. Isto é, a verdade sobre os fatos é uma questão de imagem, e de como essa mesma imagem será vendida e aceita. Porque, veja só, numa época em que a embalagem determina a qualidade do conteúdo é muito prático sustentar um “faz de conta” e parecer qualquer coisa que agrade a maioria, não? Afinal de contas ninguém está tão preocupado em olhar de perto. “...entender? entender pra quê? eu quero é dizer amém depois do discurso e não me faça pergunta difícil!...” Quem determina a força e o grau de crescimento de um nicho de mercado são os seus consumidores. Portanto, elementar, meu caro: enquanto há consumo, há lucro. E em time que está ganhando não se mexe, verdade mega-master. O que menos importa, agora, são os meios ou os valores de que se tem de abrir mão - coisa não muito rara nos tempos hodiernos... -, pois o segredo consiste em satisfazer a massa custe o que custar, e é sempre um bom negócio agradar a gregos e baianos, porque isso sim dá ibope. Quem não agrada, não arrecada! Massagem no ego é tudo. E a gente paga pelo entretenimento, oras! Então é isso, Pessoal. É a festa na roça e o mundo se acabando! Pão e Circo pra geral! Só que agora sem gladiadores, leões, cristãos e com um cenário, digamos, um pouco mais... muderno. Está claro que os tempos são outros. E hoje temos direito a picadeiro televisivo: a saber, A Propaganda Eleitoral “Gratuita” apresentada por milhões de partidos onde figuram bilhões de candidatos acéfalos, que variam de pastores e humoristas falidos a ex-jogadores de futebol e mulheres-fruta. Só não me pergunte qual a diferença, são muitos predicados, fica difícil... Comparecemos às urnas - sem o título de eleitor, claro, porque no Brasil você precisa do título pra quase tudo, menos pra votar, não é incrível?! E num ato de extrema democracia fomos educadamente coagidos a apertar aquele maldito botãozinho verde sob a ameaça de bloquearem a nossa vida civil caso não o fizéssemos. Resultado: Mônica, digo, Dilma-topetuda-Rousseff e seu vestido vermelho no poder, e... que venham os próximos quatros anos! Não que uma coisa tenha a ver com outra, imagina, isso é coisa da sua cabeça.


Boa noite.

2 comentários:

Flavia Melissa disse...

Pois e, meu querido... A coisa acontece assim mesmo. A propaganda é a alma do segredo, isso sim. Pq aí a gente maqueia o que quer, esconde o que não quer, distribui meia dúzia de dnheiros ou favores que façam com que os inimigos se esqueçam do que sabem a nosso respeito... e pronto.

E se vc quer saber, a Dilma e a Mulher-melancia tem muito mais em comum do que a gente imagina...

Saudades das suas palavras!
Beijos

Flavia Melissa disse...

quero texto novo!